domingo, 9 de junho de 2013

Brasileirarte: Cândido Portinari

Pessoal, pensei em pesquisar sobre artistas plásticos brasileiros modernos e contemporâneos. Motivo: estudamos isso tão pouco na escola!  Então essas minhas pesquisas, que transformarei em posts pro blog, serão um aprendizado e tanto principalmente pra mim. A gente vê tanto Salvador Dali, Da Vinci, Picasso em tudo que é lugar e só conhecemos Di Cavalcanti ou Sinhá D'Amora por nome, e mais nada.

Inaugurando a categoria Brasileirarte no blog, Cândido Portinari!

Nasceu na São Paulo de 1903, estudou Belas-Artes no rio de Janeiro e alcançou fama mundial após sua obra "Café" ganhar um prêmio em Nova Iorque. Portinari é complexo justamente por ser tão simples! Abordava em suas pinturas cenas do cotidiano, cenas que todo mundo já viu. Porém fazia isso através de uma ótica intimista, usando cores tão típicas de suas obras. Tive a grande felicidade de visitar uma exposição dele aqui em Fortaleza. Pude ver as suas bisnaguinhas de tinta, seus caderninhos de anotações e rabiscos, o cavalete onde pintava, seus óculos e também uma triste carta, escrita a punho, onde ele testemunhava sua dor de não poder mais pintar, pois estava intoxicado pelas substancias das tintas. Foi uma experiência inédita pra mim. Me senti perto da pessoa que ele foi. Por alguns minutos eu o compreendi enquanto homem. Parei de tentar encontrar traços cubistas ou surrealistas em suas telas e comecei a sentir o que ele sentiu no encontro do pincel com o tecido. A pintura finalizada e ao lado no mínimo cinco rascunhos do mesmo desenho, mas de diferentes ângulos, nos permite ver o quão cuidadoso era e o quanto amava suas obras, assim como todo artista que produz com o coração. Morreu em 1962. 


 Nossa arte conceitual nas projeções




 A morte cavalgando





 A paleta de misturar as tintas


Minha amiga linda e na sua frente a tela "Mãe com filho morto"


A arte não é coisa de rico. Arte é rica por si só e é de uma riqueza imensurável.